Um designer em um mundo tecnológico - Matchbox

Um designer em um mundo tecnológico

29 de abril de 2019

Fernando Xavier

Fernando

Redator da Matchbox

Está no início da faculdade e não sabe exatamente como dar seu primeiro passo na vida profissional? Tem vontade de ser designer, mas não sabe muito bem o que a profissão pode te reservar? Já é designer, mas tem vontade de trabalhar em uma startup? Se uma das suas respostas foi positiva, pode ficar tranquilo, estamos aqui pra te ajudar.

O início da carreira é um dos primeiros desafios que encontramos na vida adulta e, em alguns casos, ele chega a ser aterrorizante. Se inspirar na trajetória de pessoas que tem um perfil parecido com o seu pode ser um ótimo jeito de abandonar as inseguranças e se organizar para atingir seus objetivos.

Conversamos com o Vinicius Thomé, estudante de design que faz parte do time de Tech da Matchbox Brasil. Falamos sobre a época em que ele só sonhava em começar a trabalhar, como foi a sua busca pelo primeiro emprego, as inseguranças que ele carregava, como funciona a sua rotina, suas principais atribuições e muito mais.

Fique com a gente. A conversa foi ótima e o Vini nos deu várias dicas super-importantes!

Apaixonado por artes desde criança, Thomé optou pelo curso de design motivado pela proximidade entre a profissão e às Artes Plásticas. No início da faculdade, ele nem sonhava em trabalhar em uma equipe de Tech, com idealização e desenvolvimento de novos produtos. Pelo contrário, comentários de amigos o faziam pensar nesse tipo de função como algo robótico e entediante.

Agora, trabalhando ao lado de programadores, sua opinião mudou totalmente: “Agora trabalhando com programadores, adquiri novos conhecimentos, e estou curtindo a experiência”.

Olhando para o ano que gastou procurando trabalho, antes de entrar na Matchbox, o designer aponta para o desespero para encontrar qualquer estágio como um erro. A ansiedade o fazia atirar para todos os lados quando, em sua opinião, deveria ter focado em áreas específicas e tentado adquirir conhecimentos úteis para esses segmentos: “Teria feito algum curso introdutório de desenvolvimento relacionado a tech. Procuraria conhecer mais das metodologias ágeis, por exemplo: Kanban, Sprint e SCRUM”.

Atualmente, o designer participa do desenvolvimento do novo produto da Matchbox, pensando em como fazer um sistema intuitivo e fácil de usar para o RH, criando interfaces com elementos que proporcionam interações, como botões, links e menus, por exemplo. Segundo o próprio Vinicius, “Basicamente tento fazer com que a experiência do usuário seja perfeita. Fazendo um layout que atenda todas as necessidades dos usuários do sistema”.

Para Vini, ajudar um problema a ser solucionado é a sua principal realização no trabalho, o que revela muito mais do que sua paixão pelo design, mostra uma personalidade inquieta, apaixonada por novidades e sempre curiosa. Essas são algumas das características fundamentais para quem tem vontade de trabalhar com Tech.

Quando o foco passa para as dificuldades que ele encontra no trabalho, sua veia de designer acaba pesando. Tornar a funcionalidade de um produto, como um site, a sua principal preocupação não é tarefa fácil. Para ele, o impulso inicial é fazer da estética o seu foco mais importante. Outra parte difícil é se colocar no lugar do usuário e entender quais soluções e quais caminhos fariam a experiência mais prática.

No fim das contas, uma palavra consegue resumir a principal habilidade que ele desenvolve desde que veio para a Matchbox: Empatia. Esse talento de se colocar em um papel que não é seu e imaginar quais seriam os sentimentos vividos pelas pessoas que no futuro usaram o produto que ele ajuda a desenvolver agora é um verdadeiro tesouro para quem quer se aventurar por essa área.

Apesar de estar no início da carreira, Vini sonha alto. Seu principal objetivo no momento? Mudar o mercado de recrutamento e seleção, auxiliando a Matchbox a fornecer processos e soluções cada vez mais dinâmicos, que conectem clientes de um jeito eficaz e prático. É justamente essa busca por inovações que fazem da startup uma casa perfeita para o jovem designer, que diz adorar o ambiente divertido e estimulante

Quando questionado diretamente sobre quais são as características mais importantes para quem tem a intenção de procurar uma posição na sua área, o designer afirma ser fundamental gostar de resolver problemas, ter senso estético e ser apaixonado por artes, pois são delas que saem as melhores referências de criação.

Nosso designer acredita que a melhor dica pra quem quer começar nessa área é: Estudar muito e depois estudar mais um pouco. Por isso, ele dividiu com a gente algumas das suas fontes de conhecimento. Pegue o lápis e papel pra anotar as dicas, elas valem a pena!

Influenciadores

Aqui estão as páginas de 5 designers, em diferentes redes sociais, para que vocês possam buscar inspirações vindas de quem está atualizado e ativo no mercado:

        Anton Akarvortson 

        Leo Nastume 

        Fabricio Teixeira 

        Stan Yakusevich

        Daniel Tan 

Cursos e tutoriais

Aqui estão dois sites especializados em design, que contam com diferentes dicas e aprendizados úteis para quem quer aprender mais sobre o tema:

        Inside Design 

        Crehana 

E aí, quer conhecer mais do dia a dia de outros profissionais de Tech, além de receber dicas de ferramentas e conteúdos? Então, fique ligado nos nossos próximos conteúdos.

Post imagem