Gabriela Salina

Gabriela

Analista de marketing da Matchbox

Turnover é um termo bem conhecido no mundo do RH, e em sua tradução significa rotatividade. Ou seja, é o índice de entrada e saída de funcionários de uma empresa.

Essa taxa pode ser considerada saudável, e mostrar que a empresa está se desenvolvendo. Porém, é preciso avaliar muito bem os motivos que levaram a chegar neste número. Muitas vezes, um alto índice de turnover também pode significar graves problemas.

Impacto positivo ou negativo?

Se a sua empresa está crescendo, e é necessário fazer algumas mudanças, como por exemplo, substituir cargos júnior por sênior, a taxa de rotatividade pode aumentar. Mas, neste caso, o impacto é positivo.

O grande problema é quando avaliamos o turnover e percebemos que as causas que o levaram a crescer foram negativas.

Dentre elas, podemos citar:

  • Volume muito alto de trabalho
  • Remuneração não compatível com o mercado
  • Cultura organizacional não alinhada com os colaboradores
  • Má gestão
  • Falta de um plano de carreira

Como o turnover impacta a sua receita

Um dos pontos mais preocupantes em relação ao turnover, é o impacto negativo que ele causa na receita da empresa.

Se os seus colaboradores estão frequentemente saindo da organização, você terá um gasto a mais com processos seletivos, ou até mesmo com divulgação de vagas pontuais. E as áreas às quais esses funcionários saíram, estão desfalcadas, certo? Ou seja, vai haver uma queda na produtividade, impactando diretamente suas entregas e sua receita.

Voltando na questão de novos processos seletivos, podemos dizer que eles poderão ser ainda mais difíceis, precisando de mais tempo e dinheiro para gerar resultados. Isso porque com um alto índice de turnover a sua marca empregadora é afetada, e a dificuldade para contratar talentos será redobrada. 

Ações que reduzem o turnover

  1. Revisitar os pilares da sua marca empregadora e entender se a sua cultura está sendo passada de forma clara por meio das suas ações de employer branding e nos seus processos de recrutamento e seleção.
  2. Investir não só em candidate experience, mas também olhar para dentro e reforçar o seu employee experience. Colaboradores engajados e felizes são menos propensos a sair da empresa, além de se tornarem verdadeiros promotores da marca.
  3. Ofereça salários e benefícios não só que estejam de acordo com o mercado, mas que torne a sua empresa diferente e interessante.
  4. Se preocupe com o bem-estar do seu funcionário. Qualidade de vida é um dos pontos fortes para que um talento escolha trabalhar na sua empresa.

Para entender mais a fundo todo esse conteúdo, e montar um plano de ação para reduzir o turnover na sua empresa, nós criamos um guia completo sobre isso.

ebook gratuito: guia completo para a redução do turnover

Lá você também encontra dados do Brasil e do mundo sobre esse tema, como calcular a taxa de rotatividade da sua empresa, causas, tipos e soluções mais profundas.

Post imagem