Como construir uma candidate persona - Matchbox

Como construir uma candidate persona

12 de abril de 2019

Gabriela Salina

Gabriela

Analista de marketing da Matchbox
Talent Experience Day

Vou começar este artigo com uma pergunta crucial dos profissionais de RH: Como irei atrair os talentos certos para minha vaga? Pesquisas indicam que essa é a dor principal das empresas. Atrair candidatos que tenham o perfil ideal para aquela vaga e que esteja alinhado com os valores da companhia. Pensando nisso, podemos dizer que o primeiro passo para obter bons resultados em R&S é construir a sua candidate persona.

ebook gratuito: guia para construção de candidate persona

Baixe o nosso guia completo de construção da sua candidate persona.

Se você quer entender o que é a candidate persona e qual a sua importância, sugiro que veja este outro artigo.

Para começar a desenhar a sua persona do candidato, é fundamental que você entenda o que a sua empresa busca em um colaborador. Ou ainda melhor, quais são as expectativas que aquela vaga em específico espera de um candidato.

Você pode começar primeiro construindo uma candidate persona para a sua empresa. E se baseando nela, criar uma candidate persona para cada vaga/área.

É muito importante que o RH interaja com gestores e colaboradores de outras áreas, que olhe para seus comportamentos e experiências. Com isso, é possível entender a fundo o que cada equipe busca em um talento. Depois disso, colete as informações necessárias por meio de pesquisas, questionamentos e entrevistas.

Para iniciar a construção de uma candidate persona, existem algumas perguntas que são essenciais para a estruturação dela:

Qual o nome da persona? Dar um nome a sua persona torna o personagem mais real. Além de facilitar a comunicação entre o RH quando estiver falando de uma persona específica.

Quais as suas experiências? Para que o candidato atenda as expectativas daquela vaga, é importante traçar uma experiência para a persona. Como, por exemplo, qual sua formação/ocupação, projetos desenvolvidos, causas sociais, e experiências pessoais também.

Quais são os traços mais valorizados (comportamental/técnico) que a sua persona deve ter? É importante destacar os principais pontos que a empresa gostaria que o talento tivesse. Tanto na parte técnica, quanto na parte comportamental. Isso fará com que o grupo de candidatos seja mais selecionado.

Qual é o grande desejo da persona? A partir desse questionamento, conseguimos definir quais os objetivos futuros que ela deve ter, e se estão alinhados com o que a empresa pode oferecer.

A partir disso, ficará muito mais simples desenhar a sua persona. Inclua todas as perguntas que forem relevantes para a sua empresa ou para cada área. Quanto mais específica ela for, mais fácil será o entendimento de qual candidato é o ideal para a sua vaga. Além de facilitar toda a comunicação e a conversão de talentos.

Definir a sua candidate persona também é o primeiro passo para implementar o inbound recruiting na sua empresa. Saiba mais aqui!

Post imagem