Tom de voz da marca: como aplicá-lo para promover sua marca empregadora - Matchbox

Tom de voz da marca: como aplicá-lo para promover sua marca empregadora

12 de setembro de 2019

Isabela Lima

Isabela-lima

Analista de Recruitment Marketing Online da Matchbox

Todo mundo tem que se comunicar com seu público alvo, criar relacionamento e se manter conectado a ele de alguma forma, certo? Mas será que você sabe como ter um tom de voz da marca empregadora contribui para uma atração de candidatos mais alinhados a sua empresa? Não? Então vem ler esse artigo!

Mas eu sou profissional do RH, isso tem mesmo a ver comigo? 

Calma! Vamos do início? 

A equipe de marketing ou comunicação da sua empresa é responsável por atrair e prospectar novos clientes e manter os que já estão na base, utilizando diferentes estratégias e meios. Para que essa área tenha sucesso e se comunique da melhor forma com seus stakeholders, é necessário que tenha um padrão a ser seguido por meio de um guia/manual para que toda a comunicação seja assertiva e não tenha ruídos - chamamos isso de tom de voz da marca, geralmente ele está dentro de um manual da marca ou de um manual de identidade visual.

Agora que contextualizamos, vamos voltar para o que interessa e como ele te ajudará a promover sua marca empregadora e atrair os melhores candidatos! O tom de voz na comunicação “imprime” as suas características como negócio/empresa, é quem você é e como você quer ser enxergado. Vamos a um exemplo que te ajudará a entender melhor: repare nas pessoas a seu redor, veja como elas falam e escrevem. Viu que cada uma se comporta de uma forma diferente? Isso pode ser comparado com um tom de voz. Cada empresa se comunica de uma maneira, porque cada uma delas tem uma característica.

Já imaginou o Nubank ou Netflix falando de um jeito sério e como se fosse uma pessoa mais velha? Não combinaria né?

E como ter um tom de voz ajuda a promover sua marca empregadora e atrair candidatos mais qualificados? Bom, se você se comunica de forma informal, com memes, emoticons e gírias, como você acha que os candidatos enxergaram sua empresa? Como uma empresa espontânea, engraçada, e divertida! Se ele tem essas características em sua personalidade, ou se interessa em trabalhar em um lugar assim, certamente irá se candidatar e se envolver com sua marca empregadora. Além disso, vale lembrar que a maior parte da comunicação com candidato é feita via e-mail, ou seja, linguagem escrita que precisa de um tom de voz

De acordo com uma pesquisa de tom de voz, realizada pela Semrush, “65% dos clientes dizem que estão emocionalmente conectados a uma marca que os faz sentir que a empresa se importa com eles.”

O mais importante de se ter um tom de voz são as conexões que você fará com seus candidatos de interesse, seja uma empresa mais séria e sóbria, seja uma empresa mais fun e informal. 

Dica: Faça conexões reais e verdadeiras que expressem e representem quem é sua empresa no dia a dia e não crie algo fantasioso só porque você quer atrair mais candidatos. Na maioria das vezes é melhor ter 100 candidatos qualificados do que 10.000 desqualificados!!!

Alguns manuais de tom de voz para você se inspirar:

Mercado Livre: http://ux.mercadolibre.com/brandbook/br/voz.html 

Oi: https://drive.google.com/file/d/0B0Tax0-x9mbxVERnOVVycEpaejg/view

Mailchimp: https://styleguide.mailchimp.com/writing-about-people/

Você sabia que as redes sociais de carreira podem te ajudar a expressar seu tom de voz? Além de promover de uma forma incrível a sua marca empregadora!

Case Ultra: páginas de carreiras
Veja como o Ultra atingiu o público jovem por meio de redes sociais de carreira.

Ficou com alguma dúvida? É só chamar a gente, adoramos bater um papo e te ajudar sobre esses temas! Acesse aqui!

Post imagem