Planejamento de processo seletivo: quais profissionais devem estar envolvidos? - Matchbox

Planejamento de processo seletivo: quais profissionais devem estar envolvidos?

2 de abril de 2020

Planejamento de processo seletivo
Avatar

Julia-sanchez

Conteúdo @ Matchbox

Muitas dúvidas podem cercar os profissionais do RH quando o assunto é realizar um planejamento de processo seletivo, mesmo aqueles mais experientes. Isso acontece pois a forma de lidar com as contratações e os demais processos que os Recursos Humanos são responsáveis dentro da empresa vem ganhando diversas novas estratégias, e é preciso estar atento para que os melhores talentos sejam recrutados para cada área. 

Quando dizemos melhores talentos queremos dizer profissionais que, além de qualificados tecnicamente, estejam de acordo com os requisitos comportamentais da vaga e o fit cultural da empresa, pois somente assim se garante uma boa relação com a equipe e resultados cada vez melhores, além de evitar e reduzir o turnover da empresa. 

Mas como conseguir essa “proeza” nos processos seletivos e entrevistas? Uma boa dica para isso pode ser envolver os profissionais certos no planejamento de todas as etapas, o que vai muito além dos responsáveis pelo RH. Como assim? Nós te explicamos: se a vaga em aberto for para a área de Marketing, por exemplo, é interessante que algum profissional já adaptado nesse time faça parte do recrutamento, pois ele saberá mais do que ninguém o talento certo para aquela oportunidade. 

Somente alguém que está presente de corpo e alma no dia a dia da equipe, ou seja, um integrante dela, é capaz de saber com expertise quais são as demandas e desfalques, e assim poderá contribuir para que o processo de seleção do novo colaborador seja mais objetivo e vá direto ao ponto nos quesitos técnicos, comportamentais e culturais. 

Além disso, é importante também focar em alguns pontos para tornar o recrutamento muito mais efetivo mesmo para os candidatos que não forem escolhidos, pois ele pode fazer parte do seu banco de candidatos para uma próxima vaga, por exemplo, e assim diminuir o trabalho do RH em estruturar todo um processo seletivo novamente. Isso economiza tempo, dinheiro e ainda ganha uns “fãs” a mais da sua marca. 

Escolhendo os profissionais para participar do planejamento do processo seletivo 

Neste ponto, é importante saber que não dá para chamar qualquer pessoa da área em questão para ajudar no planejamento do processo seletivo, pois pode ser que ela não esteja tão integrada assim com a equipe e não saiba de fato como ajudar. Por isso, é importante escolher uma pessoa que esteja a par de tudo que acontece por ali e saiba o tipo de candidato que vai de fato somar, como por exemplo o gestor. 

Se no caso a equipe não tiver um gestor, procure por algum membro que esteja de fato engajado com os resultados e metas da empresa e acima de tudo de sua área, e que valorize também a cultura e valores mantidos no local. Ele poderá ajudar a traçar o perfil ideal do talento a ser contratado.

O que torna o processo ainda mais rico, é trazer alguém de cultura para entrevistar o candidato. Se a sua empresa possui uma pessoa que olha somente para a cultura organizacional, esse profissional será fundamental para fazer uma contratação efetiva.

Por mais que o colaborador de uma determinada área esteja engajado com a empresa e a cultura, um profissional 100% ligado a cultura consegue analisar mais a fundo o fit cultural dos candidatos e ser mais assertivo no momento da escolha.

Aposte na Candidate Experience 

Como dito anteriormente, garantir uma boa experiência do candidato é importante para trazer diversos benefícios para a marca, não apenas em questão de reconhecimento. Uma pessoa que teve uma boa experiência com o processo seletivo de sua empresa, mesmo se não contratada, poderá fazer parte de seu banco de candidatos e ser recrutada para uma próxima vaga em aberto, por exemplo, tirando a necessidade da criação de um novo processo. 

Outro benefício da Candidate Experience é a valorização da sua marca empregadora! Com uma boa impressão de você, qualquer candidato irá te considerar para uma nova tentativa de emprego ou mesmo para consumo dos seus produtos e serviços, o que é uma dupla vantagem para a sua empresa!

Para isso, é interessante deixar uma pessoa focada apenas na experiência do candidato, que cuidará desse quesito enquanto o processo seletivo está acontecendo, permitindo que os demais participantes foque nas outras partes do processo. 

Com esses dois pontos, o seu processo seletivo tem muito para ser eficaz e te ajudar a conhecer o talento ideal para compor a sua equipe! O importante, acima de tudo, é entender o tipo de pessoa que melhor irá preencher a vaga e ir atrás deste perfil com as melhores estratégias!

Post imagem