Close

Candidate Persona: Saiba como desenvolvê-la em 3 passos

candidate persona

Para te fazer entender, de maneira simples, como a criação de Candidate Persona funciona, vamos usar um exemplo clássico para quem curte produções audiovisuais:

Imagine só a série Orphan Black que fala sobre a história de Sarah, protagonista da trama que descobre, após presenciar uma cena de suicídio, que ela possui clones espalhados pelo mundo.

A atriz responsável pelo personagem central da série é a mesma responsável por todos os outros clones que aparecem na produção. Agora provavelmente você deve estar se perguntando: “como eles conseguiram diferenciar tanto assim a mesma atriz, numa mesma série, tantas vezes?” e a resposta é bem simples… através da PERSONALIZAÇÃO.

Quando estruturamos detalhe por detalhe de um personagem ou um perfil, se torna mais fácil sabermos de que maneira essa figura se comporta, pensa, age, etc.

O mesmo acontece quando desenhamos nossa Candidate Persona!

A construção da persona de uma empresa, seja para um processo seletivo ou para representar a organização como um todo, funciona como uma ajuda na vida do recrutador que precisa entender melhor com qual público ele quer atingir e como atraí-los a partir dos canais de comunicação mais assertivos.

Se você ainda possui dificuldade em entender qual é a melhor maneira de criar essa persona, recomendamos que você baixe AGORA o nosso Guia Completo para a Construção da sua Candidate Persona para aprender o passo a passo correto para acertar nesse progresso.

Em resumo, é preciso seguir diversos passos para que, quando elaborarmos esse colaborador ideal, haja o esclarecimento do perfil de profissional que desejamos alcançar e quais ações serão feitas para atraí-lo para nosso processo seletivo.

Pensando em te ajudar nesse desenvolvimento, separamos algumas etapas cruciais para lapidar sua Candidate Persona:

1) Fazer entrevistas com “candidatos modelos”

Se existe um caminho que nos possibilita pensar que estamos no caminho certo, com certeza é através da repetição de ações que já mantemos internamente e que tiveram sucesso.

Isso se aplica, também, aos nossos funcionários que possuem maior destaque nas entregas e no cotidiano dentro da empresa, afinal, queremos sempre estar rodeado de colaboradores que estão alinhados não só com nossas metas, mas com a maneira como conduzimos o nosso trabalho, não é mesmo?

Por conta disso, uma maneira de coletar informações que possam representar a Candidate Persona que você busca, é entrevistando funcionários com performance alinhada com a empresa, utilizando-os como “candidatos modelos”

Para conseguir essas informações, faça calls, use e-mails ou qualquer outro meio que possibilita um contato direto com seu funcionário para criar uma entrevista “referência” para você.

2) Analise as informações coletadas

Após a obtenção de informações relevantes coletadas nas entrevistas que você fez com seus “candidatos modelos”, é hora de analisar as respostas que você recebeu e buscar pontos repetidos nesses processos.

Como assim?

Conforme você tiver as respostas dessas entrevistas, provavelmente você encontrará uma constância dos seus “candidatos modelos”, certo? A partir disso, recomendamos que você agrupe cada uma dessas informações com maior destaque entre seus funcionários selecionados e as utilize para o desenvolvimento da sua persona.

Por ser um processo que requer ainda mais detalhes e organização para obter maior clareza sobre o assunto, desenvolvemos um Mapa de Empatia de Candidate Persona, feito para te ajudar a conhecer melhor o seu candidato. Para ter acesso ao material, basta acessar o material: Construa na prática sua Candidate Persona com o Mapa de Empatia.

3) Invista em ações assertivas

Esse, assim como o momento de mapear sua persona, é um passo muito importante para que suas ações tenham um bom impacto nos candidatos ideais. 


Tudo isso porque, ao tomar conhecimento de quem você quer alcançar, se torna mais fácil entender em quais canais digitais esses candidatos se encontram e qual tipo de Job Descriptions (descrição de emprego) pode ser mais relevante para aumentar o número de buscas pelas tuas vagas.

Além disso, conhecer a fundo a persona da sua empresa impacta muito não só em casos de Processos Seletivos, mas também em estabelecer um padrão de profissionais ideais que você almeja ter em sua empresa representando “a cara” que a sua organização tem no mundo.

Manter profissionais que estejam representando as crenças, os valores e a cultura que a sua empresa carrega só fará com que isso reflita no perfil de candidatos em busca de vagas, impulsionando a potência da sua organização como marca empregadora.

 


Compartilhe:

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on linkedin

Últimos posts