O pensamento do marketing aplicado ao recrutamento - Matchbox

O pensamento do marketing aplicado ao recrutamento

16 de outubro de 2019

Janaina Nogueira

Janaina-nogueira

Coordenadora de inbound recruiting da Matchbox
certificação em recruitment marketing

Quando pesquisamos sobre tendências em recrutamento e seleção é muito comum encontrarmos diversos especialistas citando o uso de técnicas de marketing. Isso porque, as estratégias de marketing e de recrutamento se assemelham de muitas maneiras e não só podemos como precisamos, aprender com isso.

Afinal, muitos dos aprendizados do marketing, podem servir de lições ou inspirações também para os nossos processos e ações. Já pensou sobre isso?

Onde o marketing e o recrutamento se cruzam? 

O marketing tem um conceito chamado de jornada do consumidor, que visa entender por quais etapas alguém passa até estar efetivamente pronto para comprar um produto ou adquirir um serviço. Essa lógica de que uma pessoa percorre uma trajetória e precisa de vários pontos de contato antes de tomar uma decisão de compra não te lembra nada?

É a mesma lógica de recrutamento e seleção, onde um talento geralmente passa por cerca de 8 a 12 pontos de contato antes de efetivamente se aplicar em uma vaga. Essa caminho que é percorrido é conhecido como jornada do talento.

Dessa forma, podemos aprender como o marketing age em relação a jornada de compra e quais ações executa para aplicar o mesmo pensamento em nossa jornada do talento, visando o mesmo resultado, que é levar as pessoas até o final desse funil e despertar o real interesse do nosso ‘público-alvo’ seja em comprar, ou em nosso caso em se candidatar.

Agora a conversa ficou interessante não é mesmo?

Como posso aplicar o pensamento do marketing ao recrutamento da minha empresa?

No marketing, a jornada do consumidor passa pelas seguintes etapas:

  • Aprendizado e descoberta
  • Reconhecimento do problema
  • Consideração da solução
  • Decisão de compra

E para cada uma delas há ações que se aplicam, para que a pessoa passe naturalmente até a próxima e a próxima, chegando no momento de decisão. Na etapa de aprendizado é apresentada a empresa e seus produtos/serviços, na de reconhecimento do problema são trabalhadas as dores desse público (afinal, porque ele precisa do que estou oferecendo?), na etapa de consideração são mostrados os diferenciais da marca empregadora para levar a pessoa até a decisão de compra.

ebook gratuito: guia completo de inbound recruiting

Entenda como amarrar todas essas estratégias em um só lugar com o inbound recruiting.

Explicado tudo isso, vamos entender como tudo isso pode se aplicar a jornada do talento. Em uma adaptação, poderíamos considerar as seguintes fases:

  • Aprendizado e descoberta sobre a empresa
  • Reconhecimento dos objetivos e aspirações 
  • Consideração da empresa como uma opção para sua carreira
  • Aplicação a vaga

Agora você deve estar, pensando: e o que eu faço em cada etapa? 

Na etapa de aprendizado vamos explicar quem é a empresa e qual a cultura dela, como podemos fazer isso? Através de redes sociais de carreira e de um site focado em carreira também.

Na parte de reconhecimento, precisamos colocar a empresa como uma referência de acordo com o tipo de profissional que queremos atingir, se é o público Tech por exemplo, vamos mostrar que a empresa é uma referência nessa área, trazendo conteúdos sobre o tema, em um Blog dentro do site de carreira e nas redes sociais também.

Já na etapa de consideração, vamos divulgar depoimentos dos colaboradores atuais da empresa, trabalhar a página do Glassdoor e trazer vídeos e outros materiais que mostrem como os valores, o propósito e a dinâmica de trabalho da sua empresa pode ser exatamente o que a pessoa está buscando. 

Feito isso, o talento já vai estar a um passo de se aplicar a vaga, esperando apenas a oportunidade certa. 

Entendeu um pouco da lógica do marketing? Precisamos entender cada etapa da jornada e trabalhar os pontos de contato com o talento antes de eu ter a vaga, precisamos começar um relacionamento com quem eu quero atingir bem antes de uma divulgação. Sua marca empregadora precisa ser vista e conhecida para facilitar o seu trabalho de recrutamento.

Listamos aqui algumas ações que você já pode começar a planejar e colocar em prática, vale refletir sobre isso e escolher alguma dessas ideias para começar! Que tal a primeira ação ser a criação de redes sociais de carreira? Fica a dica!

Post imagem