DGs e Painéis remotos: como proporcionar uma boa experiência do candidato? - Matchbox

DGs e Painéis remotos: como proporcionar uma boa experiência do candidato?

6 de abril de 2020

boa experiência do candidato
Gabriela Salina

Gabriela

Analista de marketing da Matchbox
conexão match
Acesse o site do Conexão Match

Sabemos que para muitas empresas realizar um processo seletivo online ainda é uma novidade, e um desafio quando se trata de trazer uma boa experiência ao candidato. Mas você sabia que cerca de 70% das empresas já estão migrando a maioria das fases presenciais para o mundo virtual?

Como garantir uma boa experiência do candidato nas DGs e Painéis online?

O mais importante é que a equipe responsável pelo Recrutamento garanta um bom planejamento antes das etapas acontecerem. Temos um guia sobre como conduzir processos seletivos online que pode te ajudar nisso.

Neste planejamento, é fundamental alinhar como o RH vai gerenciar os participantes dentro da ferramenta escolhida. Esse gerenciamento precisa ser bem planejado e treinado para garantir uma boa experiência, e que seja o mais parecida possível com a presencial.

A falta desse gerenciamento pode causar confusão com muitos candidatos online ao mesmo tempo, causando uma má impressão para os participantes, e impossibilitando que o RH avalie a dinâmica da forma certa. Em alguns casos pode até acontecer da etapa ser cancelada por falta de conhecimento da usabilidade da ferramenta.

Outra situação fundamental para garantir que a experiência seja boa, é centralizar todas as informações necessárias que o candidato precisa saber em um único e-mail bem explicativo.

Nesta comunicação com os talentos, é necessário conter todo o cronograma do processo, principalmente as datas das etapas online com todos os horários corretos e o link da plataforma que o participante terá que acessar no dia da dinâmica.

O link é importante ser enviado antes, pois é por meio dele que o participante consegue conhecer a ferramenta antes da etapa de fato acontecer. Assim como o RH, ele também precisa de um tempo para se aperfeiçoar e aprender a usar a plataforma. Ou até mesmo para testar sua câmera e seu microfone dentro da ferramenta e garantir que tudo esteja funcionando.

Existem algumas outras dicas essenciais que devem ser passadas para o candidato se preparar da melhor forma, ajudando não só ele mesmo, mas também o RH, para não haver nenhum equívoco no momento da dinâmica. São elas:

Orientação para os candidatos

● O candidato precisa verificar se a sua internet está adequada para realizar o processo. Lembre-o de procurar estar em um lugar que a internet esteja “boa”, e funcionando adequadamente;

● Ele precisa estar em um ambiente silencioso, onde consiga focar e que ninguém o atrapalhe. É preciso avisar as pessoas da sua casa que não pode ser interrompido e que não haja barulho naquele momento;

● Determine o tempo que o candidato irá precisar estar disponível para completar a etapa e o lembre disso;

● Lembre-o de estar em um ambiente neutro, de preferência apoiado em uma mesa. Não é porque a etapa está sendo feita de forma online,que não temos etiquetas que precisamos garantir;

● É necessário que ele garanta que toda a tecnologia que ele irá precisar esteja adequada. Por exemplo, que a câmera, o microfone, o áudio do computador, ou o fone, estejam funcionando perfeitamente;

● Uma dica legal para dar aos participantes, é dizer para ele mesmo se filmar, assistir sua apresentação pessoal, pensar nos tópicos que são relevantes, compartilhar com alguém de confiança e pedir para avaliá-lo. Toda essa preparação deixa o candidato mais preparado e confiante.

Concluímos que seguindo todas essas dicas a experiência do candidato em um processo online, vai ser tão boa quanto em uma seleção presencial. Trazendo de quebra benefícios como a abrangência de talentos de diversos lugares, proporcionando maior diversidade e uma menor quebra de participantes durante as etapas.

Post imagem