Close

Candidate Experience e Employer Branding: Qual a relação?

As estratégias de Candidate Experience precisam andar juntas com as ações de Employer Branding e Employee Experience.

As estratégias de Candidate Experience precisam andar juntas com as ações de Employer Branding e Employee Experience. Entenda neste artigo qual a relação entre eles.

Nós já falamos bastante em outros artigos aqui do blog, do impacto que a Candidate Experience tem na reputação da sua marca, seja ela sua marca consumidora ou empregadora.

Para relembrar, a pesquisa HR Thinking 2019, mostra que quando a experiência do candidato é ruim, 43% dos talentos deixam de comprar produtos ou serviços da empresa, afetando diretamente a sua marca consumidora.

Essa mesma pesquisa também revela que 50% dos candidatos que tiveram uma experiência ruim, não se candidatariam novamente para a mesma empresa, o que afeta diretamente sua marca empregadora.

Bom, a partir disso já fica fácil perceber que Candidate Experience e Employer Branding estão relacionados, certo?

A conexão entre Candidate Experience e Employer Branding

Você sabia que 95% dos talentos acreditam que a forma como eles são tratados como candidatos é a forma como eles serão tratados como colaboradores?

Pensando nisso, fica nítido a conexão entre esses conceitos. Se a empresa está disposta a tornar a experiência de recrutamento excelente, antes dos candidatos terem qualquer tipo de vínculo empregatício, imagina quando ele se tornar um colaborador.

Ou seja, pensando em todas as estratégias e ações de Employer Branding, a Candidate Experience é só a ponta do iceberg. Se o trabalho não continuar, as experiências fantásticas que tiveram durante o processo serão invalidadas, e as más experiências enquanto colaborador irão se sobressair, prejudicando sua marca empregadora. 

Com isso, podemos perceber que a conexão vai além, chegando no mundo do Employee Experience.

Abrace também a sua Employee Experience

Após um árduo trabalho de Candidate Experience, está na hora de implementar suas ações de Employee Experience.

Aliás, a Employee Experience já deveria estar rodando dentro de casa, com seus colaboradores atuais, sendo apenas monitorada e trazendo inovações e melhorias que sejam identificadas.

Sendo assim, a jornada de boas experiências que seus talentos tiveram durante o recrutamento não acabará, ela irá continuar dentro da companhia, enquanto se tornam colaboradores da empresa.

Candidate Experience, Employee Experience e Employer Branding é um ciclo que se retroalimenta. Sem uma boa Employee Experience, não tem como criar uma boa Candidate Experience. E esses dois pontos influenciam diretamente o seu Employer Branding, pois temos esses dois stakeholders formadores de opinião e capazes de destruir ou alavancar a reputação da sua marca empregadora.

Compartilhe:

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on linkedin

Últimos posts

diversidade no processo seletivo
recrutamento e seleção

Como não barrar a diversidade no processo seletivo

Entenda neste artigo quais ações implementar no seu processo seletivo para garantir a diversidade dentre os aprovados. Hoje, a diversidade e inclusão nas empresas não

Skip to content