This is Dieter, a template for agencies and freelancers who are not afraid to stand out.
Top

Blog

curriculo cego - por que usar no processo seletivo??

Por que usar o currículo cego no processo seletivo?

Entenda como o currículo cego pode ajudar você a recrutar melhor e trazer mais resultado para sua empresa

Infelizmente as empresas perdem bons candidatos por preconceitos que infelizmente são comuns no ambiente corporativo. Mesmo que as políticas impeçam essa discriminação, é frequente o ser humano “estranhar” algo que sai do seu senso comum. Surge, aliado a boas práticas de diversidade, o currículo cego!

O currículo cego utiliza um modelo que tem como objetivo impedir que a discriminação impacte os processos seletivos.

O que é o currículo cego?

O currículo cego é um formato de visualização do CV de candidatos que não contém informações pessoais como nome, nacionalidade, gênero ou foto.

Esse modelo surgiu para evitar a discriminação de candidatos por parte de recrutadores e gestores. A ideia é que ele seja usado principalmente nas fases presenciais como dinâmicas de grupo, painéis e entrevistas.

Quais dados eu não devo revelar?

– Nome
– Idade
– Gênero
– Nacionalidade/Endereço
– Universidade

Quais resultados o currículo cego pode trazer?

A McKinsey realizou um estudo sobre diversidade em que constatou que 15% das empresas que possuem política de diversidade de gênero e 35% das empresas com maior diversidade étnica são mais propensas a terem uma performance superior, ou seja, retornos financeiros acima da média.

Em quais situações você pode usar o currículo cego?

O currículo cego funciona bem em diversos tipos de processo seletivo, seja para processos grandes de vagas operacionais, estágio ou trainee; bem como para vagas pontuais em posições mais estratégicas.

Como aplicar isso na sua empresa?

Alguns profissionais têm dificuldade em aprovar a utilização desse tipo de currículo dentro das organizações. Por isso, nossa sugestão é realizar um benchmark com outras empresas para entender como esse processo funcionou internamente, além de coletar resultados palpáveis da utilização do currículo cego.

Caso ainda encontre barreiras, explicar como a diversidade pode impactar positivamente o faturamento da empresa é uma boa saída. Sugerimos também que utilize dados de estudos como o que comentamos nesse texto, para reforçar sua argumentação.

Outra forma de diminuir essa discriminação é por meio de tecnologias, como chatbots e inteligência artificial,  que permitam maior democracia nos processos seletivos. Quer saber quais ferramentas podem ajudar você a recrutar de forma mais rápida, eficaz e democráticas, marque um bate papo com um dos nossos especialistas.

Post a comment