This is Dieter, a template for agencies and freelancers who are not afraid to stand out.
Top

Blog

O recruitment marketing vai acabar com o employer branding?

O Recruitment Marketing vai acabar com o Employer Branding?

Muitas pessoas confundem os conceitos de Recruitment Marketing e Employer Branding. Gerando essa discussão em que um pode tomar o lugar do outro.

Para começar, vamos definir o que cada um deles significa. Basicamente, Employer Brand, em sua tradução literal, significa marca empregadora. Assim como toda marca tem o seu processo de branding, toda marca empregadora precisa ter o seu Employer Branding.

Recruitment Marketing, ou Marketing de Recrutamento, são todas as estratégias e ações de marketing que fazem a sua marca empregadora acontecer. Ou seja, após definir todos os processos de employer branding, é a hora do recruitment marketing agir. Atraindo, engajando, e nutrindo talentos para depois convertê-los em candidatos e possíveis colaboradores.

Ou seja, a resposta para a nossa pergunta é NÃO! O Recruitment Marketing não vai acabar com o Employer Branding. Ambos são necessários para que a sua marca empregadora funcione da melhor maneira, e que a sua empresa atraia atenção de potenciais talentos! Os dois precisam trabalhar juntos, esse é o foco!

Nesse sentido, é importante que o RH também pense como marketing. Que veja o candidato como um cliente/consumidor da marca. Por isso é fundamental que o relacionamento com os talentos seja constante, mantendo-o sempre interessado na sua empresa.

E quem faz esse papel? O Recruitment Marketing. Dentre todas as ações que podem ser usadas nesse modelo, existe uma que já é muito usada mundo afora. Inbound Recruitment. Assim como o Inbound Marketing é muito usado hoje em dia dentro da área de marketing, o Inbound Recruitment está se tornando uma peça fundamental dentro do RH. Nesse artigo explicamos como é possível implementá-lo na sua empresa.

Para te ajudar a começar a traçar as estratégias desses dois conceitos, é essencial passar por algumas etapas:

  • Employer Branding
  1. Estruture a sua Candidate Persona
  2. Defina seu EVP (Employee Value Proposition). Lembre-se que nele é fundamental que contenha os benefícios que a empresa oferece para os colaboradores, valores da marca, clima organizacional, etc.

Para deixar essa experiência ainda mais transformadora, preparamos um conteúdo exclusivo para você que precisa entender e mensurar suas ações de Employer Branding. Saiba quais as métricas mais comuns e como aplicá-las para entender se suas ações estão atingindo os objetivos necessários.

  • Recruitment Marketing
  1. Crie estratégias e ações de marketing para atrair esses talentos, e desenhe a sua Candidate Experience.

Gostou? Então que tal bater um papo com os nossos especialistas? Estamos aqui para te ajudar nisso! Acesse aqui.

Post a comment